CORPO SÃO, MENTE BRILHANTE!

Se você pertence a nova geração, venha conhecer o Nutof e saiba quais exercícios se adequam melhor ao seu estilo de vida.

Ligue (85) 3055-0650 / 98889-9884 e agende uma aula experimental nas mais de 14 atividades que o Nutof dispõe.

Figura1.cdr postagem.

Advertisements

Poesia

Ah, Nutof!
Quando fostes desenhado, não mencionava a grandiosidade em espaço e ousadia…
És palco de grandes memórias revividas a cada palavra dita, espaço compartilhado ou atividade proposta;
És berço de histórias dignas de livros, filmes e cinema;
Nutof que acolhe, agrega e não faz diferença aos que te buscam para da significado a vida.
Simplesmente Nutof. Pedacinho de mim.

Arlene Soares, Terapeuta OcupacionalDSCN8559 - Cópia.JPG

Como está sua saúde bucal?

SAUDE BUCAL  (5)

Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, três a cada quatro idosos não possuem nenhum dente funcional. Para mudar este dado, os cuidados com a saúde bucal devem iniciar na infância e seguir pela vida inteira.
A cárie é um dos principais motivos para a grande perda de dentes. Para evitá-la é necessário cuidar da higiene bucal constantemente, utilizando desde a escovação, o fio dental ou escova interdental, até a limpeza correta das próteses e mucosas.
Quem faz uso constante de remédios deve ter ainda mais cuidado com a saúde bucal. Alguns medicamentos contêm substâncias que podem causar a diminuição ou falta de saliva, que é chamada de xerostomia. Sem a correta lubrificação, há maior chance de desenvolver o aparecimento da cárie, das lesões gengivais, da doença periodontal e de outras infecções.
Em qualquer idade, lembre-se de ir regulamente ao dentista. Afinal de contas, prevenir ainda é a melhor solução!

Vamos Dançar?

DANÇA-SENIOR

Quem acha que a dança é uma atividade apenas de lazer está muito enganado. Ela é uma ótima forma de incentivar os idosos a praticarem atividades físicas regularmente, melhorando consideravelmente seu condicionamento físico.

Uma pesquisa da Universidade de Missouri-Columbia, nos Estados Unidos, comprovou que a dança é um excelente método para ganhar firmeza e equilíbrio, reduzindo, assim, o índice de acidentes na terceira idade.

Além disso, retarda o envelhecimento, melhora a postura e a mente também se beneficia. Os idosos que costumava ir aos grandes bailes em salões têm em sua memória as boas lembranças da época, que são reativadas a cada coreografia. Uma forma divertida de socialização e melhora da autoestima.

Confira reportagem do Portal G1 mostra um pouco mais desses benefícios:
Ficou com vontade de dançar também? Venha ao NUTOF e conheça nossas aulas de Dança Sênior e Dança de Salão. Aguardamos você!

Exercício e cuidados reduzem as quedas dos idosos

prevencao-queda-idoso

É comum encontrar idosos que não praticam nenhuma atividade física e acabam perdendo o condicionamento necessário para se locomover com segurança.

Isso pode causar problemas sérios. Os tombos são responsáveis por 16% das fraturas em idosos e 61% das entradas de pessoas com mais de 60 anos nas Emergências.

Fazer exercícios físicos regularmente deve ser uma prática para a vida toda. E além de melhorar o condicionamento físico, os idosos ainda podem ter outros cuidados para diminuir o risco de queda. Confira alguns abaixo:

– Evitar deixar tapetes ou carpetes soltos em superfícies lisas
– Priorizar calçados com salto baixo;
– Manter a casa bem iluminada e com os móveis bem distribuídos;
– Reforçar o cuidado ao subir e descer em veículos;
– Solicitar auxílio ao perceber dificuldade para realizar atividades do dia-a-dia, como alimentação, higiene pessoal e limpeza da casa;
– Anotar a dose e o horário de cada medicação prescrita;
– Dar preferência aos alimentos saudáveis.

Mas se mesmo com todos estes cuidados, ainda assim ocorrer alguma queda, procure imediatamente uma orientação médica para evitar complicações futuras.

Exercícios físicos fazem diferença na terceira idade

idoso-bicicleta

Exercícios físicos são benéficos durante toda vida e se tornam ainda mais importantes na terceira idade porque fortalecem músculos e ossos ajudando a reduzir o risco de tombos.

Se você está sedentário, pode ir se animando. Os resultados positivos das atividades físicas não demoram muito a aparecer.

A Revista Gerontology realizou um estudo com 20 mulheres idosas que começaram a fazer alongamento na região do quadril três vezes por semana. Em menos de 1 mês, elas melhoraram a velocidade e o tamanho da passada, além de fazerem menos esforço para levantar os pés.

O estudo também apontou que a família tem participação decisiva neste processo, e quase sempre é a responsável por estimular o idoso a praticar exercícios que melhoram o condicionamento físico e, consequentemente, diminuem o risco de quedas.

Mas antes de começar a praticar qualquer atividade física, lembre-se que é necessário visitar seu médico e fazer alguns exames. Depois disso, basta escolher a opção preferida e começar a se exercitar.